Três Maneiras de Elevar Preços Sem Perder Clientes

Cobrar mais por seus produtos e serviços pode ser mais fácil do que você pensa.

Para muitos donos de negócios, ligar preço com produto pode parecer natural. Os consumidores, no entanto, possuem uma disposição frequente de quebrar este elo e pagar mais por um produto ou serviço, se providos de motivação suficiente.

Vamos falar assim: se produto e preço estivessem intimamente ligados na mente dos consumidores, empresas como a Starbucks ou a Rolls Royce jamais venderiam seus produtos com a presença de equivalentes genéricos mais baratos no mercado. Mas a Starbucks não se trata apenas de café, e a Rolls Royce não apenas de veículos. Ao invés disso, estes produtos se baseiam em uma identidade de marca que acrescenta ao preço, mas que acrescenta pouco ou nada ao valor intrínseco.

O ponto é que a associação entre o seu produto e o preço que você atribuiu a ele, na maior das probabilidades, não está fixado nas mentes dos seus consumidores como está na sua. Empresários podem e devem pensar criativamente quando se trata de precificar seus produtos e experimentar com diversos pontos de precificação, diferentes do que eles podem inicialmente pensar que podem cobrar.

Quanto mais cedo você romper com modelos rígidos de precificação, mais fácil será para você vender para clientes mais afluentes, e em última análise, lucrar mais. Existem três maneiras de cobrar mais por seus produtos ou serviços.

1. Possua como alvo clientes mais afluentes. Quem compra o produto é um fator importante quando se trata de precificação. Pessoas diferentes frequentemente compram o mesmo produto ou serviço, com preços diferentes, por como se vêem, ao invés de pelo que o produto é. Por exemplo, um executivo ambicioso em meia-carreira pode preferir beber café Starbucks no trabalho a café de uma marca menos conceituada. Algumas pessoas se recusam a fazer compras em lojas como Walmart, ainda que ofereça as mesmas marcas vendidas em outros lugares por um preço consideravelmente mais alto.

Outro fator é o estágio de vida. Por exemplo, pais frequentemente gastam mais dinheiro em seu primeiro filho do que em seu segundo ou terceiro. O preço é automaticamente mais distanciado do produto se você estiver vendendo a eles durante a gravidez ou na criação de seu primeiro filho em comparação com filhos posteriores.

2. Torne-se um líder em seu campo. Quem vende um produto ou serviço pode fazer a diferença para muitos clientes. A reputação de um varejista, sua estabilidade financeira e posição de liderança no mercado se tornou uma qualidade competitiva mais valiosa do que há alguns anos. Clientes frequentemente preferem restaurantes da moda e badalados ao invés de outros ao ponto do preço destes restaurantes, e os preços em outros restaurantes, se tornarem irrelevantes.

Como dono de um negócio, seu objetivo deve ser de tornar a sua empresa a referência em sua área ou indústria.

3. Melhore o seu ponto. A importância do contexto no que tange a compras não pode ser subestimada. A diferença de preço entre um creme facial na farmácia, e um vendido em casa pela Avon, ou um vendido em lojas como a Boticário, ou em uma botique exclusiva em Paris pode ser desproporcional quanto à diferença de composição do produto. O preço é governado pelas expectativas do consumidor, baseadas imensamente no local onde estão comprando, na marca e na experiência do vendedor – não no produto.

Também considere a hipótese de mudar a sua apresentação pessoal. Um quiropraxista, por exemplo, se mudou de um escritório pequeno e bagunçado para um escritório profissional e bem-localizado, e mudou sua indumentária de roupas casuais para conservadoras. Estas duas pequenas mudanças permitiram que ele aumentasse seu salário médio de U$2000 para U$5000, sem alterações ao produto final.

Considerar estes três aspectos pode ajudá-lo a separar preço de produto – e, possivelmente, lucrar mais no processo.

Traduzido e adaptado de Entrepreuner.com

É interessante lembrar que as três dicas podem e devem ser adaptadas para a realidade de clínicas e pet shops.

Valorize seu campo de atuação!

Animal Marketing

Anúncios

Sobre Animal Marketing
Animal Marketing é uma central de informações, eventos e recursos sobre gestão e marketing no Mercado Pet, e mais especificamente, na Clínica Veterinária de Animais de Companhia no Brasil. Entre em contato conosco! animal.mkt@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: